segunda-feira, 21 de março de 2011

Peregrinação de devotos é uma tradição portuguesa

Da Página 3 Pedagogia e Comunicação
Divulgação/Gov. CE

Estátua do padre Cícero em Juazeiro do Norte (CE)

A romaria é uma atividade religiosa de peregrinação, uma manifestação popular ligada, em geral, à relação entre os devotos e o santo de sua devoção. Caracteriza-se por viagens individuais ou em grupos, a lugares sagrados, especialmente quando em visita a uma relíquia. Tem a finalidade de cumprir um voto, uma promessa, agradecer ou pedir uma graça.

Tradição portuguesa

Segundo o folclorista Câmara Cascudo, foram os portugueses que trouxeram a tradição das romarias para o Brasil, pois não consta que os índios tivessem pontos de convergência religiosos. Além disso, só os africanos convertidos ao islamismo conheceram a romaria e não foram estes os que aqui chegaram como escravos.

As primeiras romarias de que se tem registro no Brasil aconteceram entre 1743 e 1750. Somente a partir de 1900 começaram as grandes romarias programadas, com o incentivo da Igreja católica, graças aos novos meios e vias de transportes, bem como do apoio dos meios de comunicação de massa, em especial as estações de rádio religiosas.

São muitos os centros de peregrinação que atraem grande numero de romeiros no Brasil: Nossa Senhora de Nazaré, em Belém do Pará; São Francisco de Canindé, na cidade do mesmo nome, no Ceará, Senhor do Bonfim, em Salvador, Bahia, Nossa Senhora de Aparecida e Bom Jesus de Pirapora, ambos em São Paulo. Não se deve esquecer a devoção a um beato nacional, o padre Cícero, em Juazeiro do Norte, no Ceará.

Milagres e ex-votos

Os romeiros chegam a esses lugares a pé, de bicicleta, a cavalo, em paus de arara, de charrete, em carro-de-bois, moto, ônibus, caminhão. Alguns arrastam cruzes ou andam de joelhos, com grande sacrifício. Os que andam a pé, sozinhos ou em pequenos grupos, são chamados "caminheiros". Entre as romarias existem aquelas que são organizadas para fazer o percurso a cavalo e que chegam a reunir mais de 1.500 cavaleiros.

Nos templos que atraem os romeiros costumam existir a sala ou casa "dos milagres", com centenas de ex-votos: quadros, fotos, peças de vestuário, imagens feitas em madeira, cera ou gesso representando as graças obtidas pelos devotos que ali os levaram. Muitos desses ex-votos têm centenas de anos de idade e fazem parte do patrimônio artísitico e cultural brasileiro.

A romaria inspirou um grande sucesso de Renato Teixeira, que assim se intitula, e foi gravada por grandes intérpretes, como Elis Regina

Um comentário:

Sabor Y Cultura de Brasil disse...

¡Muito legal seu blog! Visite o meu para ver se gosta também! ¡Saludos!