terça-feira, 20 de maio de 2014

Alemanha pós Primeira Guerra



Com o fim da Primeira Guerra Mundial, a revolução socialista parecia avançar na Alemanha. Nas forças armadas e por todo o país formavam-se conselhos de soldados e de operários, inspirados pelos soviets da Revolução Russa. A proclamação da República em 1919 visou conter essa tendência. No mesmo ano, o novo governo alemão, em que estavam representados os socialistas, esmagou uma insurreição conduzida pela Liga Espartaquista. Os líderes Karl Liebknecht e Rosa Luxemburgo, que estavam entre os nomes mais respeitados do movimento operário alemão, foram assassinados por forças paramilitares pagas pelo governo. A repressão desmoralizou os socialistas, enquanto os herdeiros dos espartaquistas se fortaleceram.

Nos anos seguintes, a Alemanha teve de enfrentar problemas como a pior inflação da história: o índice inflacionário variou em um trilhão por centro entre janeiro de 1919 e o final de 1923. Nesse ano, em outubro, o Partido Comunista Alemão (KPD) preparou uma insurreição, mas cancelou-a no último minuto. Um mês depois, Hitler tentou derrubar o governo da Baviera com o chamado "putsch da cervejaria", foi preso e escreveu Mein Kampf na prisão.
Revista Nova Escola

Um comentário:

Luz13 disse...

Gostei do blog! Veja as previsões de Aline, da Cidade das Pirâmides, para o ano de 2014. https://www.youtube.com/watch?v=6v_iFO6_dyc Abraços