segunda-feira, 18 de março de 2013

Hieróglifos bagunçam história da escrita na América

Encontradas inscrições com 2250 anos de idade em templo maia na Guatemala

Júlio Molica


O desenho reproduz os dez símbolos presentes no hieróglifo achado na Guatemala (arte: D.Stuart / Science ).
Em uma sala subterrânea de um templo maia na América Central, pesquisadores coordenados pelo antropólogo Willian Saturno, da Universidade de New Hampshire (EUA), acharam dez dos mais antigos hieróglifos da América, datados de 250 a.C. Os símbolos descobertos sugerem que a escrita pode ter surgido simultaneamente em dois locais no continente, ao contrário do que se pensava anteriormente.

Até então, a região de Oaxaca, no México, era considerada o berço da escrita na América. Nessa localidade, que foi habitada por povos da cultura olmeca, foram encontradas evidências de formas primitivas de escrita datadas de 300 a.C., mas há vestígios que sugerem uma origem até três séculos antes.


Bloco em que foram encontrados os hieróglifos em templo maia na Guatemala – clique na foto para ampliá-la 
(foto: B. Beltrán / Science )

Os hieróglifos encontrados na cidade de San Bartolo, na Guatemala, foram gravados em uma pedra com tinta preta aplicada sobre uma base branca. A rocha estava em uma sala nas profundezas do templo, construído entre 300 e 200 a.C. Os dez símbolos foram desenhados em forma de coluna e, segundo os pesquisadores, a seqüência parece ser o final de uma série de símbolos.

“O primeiro hieróglifo está incompleto, ao menos sua outra metade está faltando, mas é possível que um número considerável de símbolos tenha precedido o fragmento de texto que temos”, disse Saturno, em entrevista à CH On-line .

Em estudo publicado na revista Science de 6 de janeiro, os cientistas traduziram completamente um dos hieróglifos – o sétimo da seqüência reproduzida no desenho acima . Trata-se de uma versão primitiva de um símbolo maia que significa ‘Deus nobre’ ou ‘soberano’. Os pesquisadores destacam também as características pictóricas de alguns símbolos, tais como o segundo da série, que se assemelha a uma mão segurando um pincel.

Os hieróglifos são talvez o tipo organizado de escrita mais antigo do mundo. As primeiras inscrições encontradas são de 3000 a.C. e foram descobertas na ilha de Philae, no Egito. O termo, de origem grega, significa escrita ( glyphós ) sagrada( hierós ). Apenas os egípcios criaram cerca de 6900 diferentes símbolos, um dos fatores que tornou impraticável o uso dos hieróglifos.
De acordo com Saturno, a descoberta pode ajudar nos estudos sobre a evolução da escrita nas Américas. “O achado tem uma enorme importância, pois restringe a época histórica na qual a escrita se originou no território maia, o que permite direcionar os estudos”, explica o coordenador da pesquisa que, no mês passado, descobriu no mesmo templo maia diversas pinturas sobre as paredes. Os murais contavam a história da criação e continham explicações sobre os motivos do poder e do direito de um rei.

Júlio Molica 
Revista Ciência Hoje

2 comentários:

Lu Cidreira disse...

Parabéns por compartilhar, gostamos muito desses textos com explicações magistrais que refere-se aos povos antigos, principalmente das Américas.
Abraço

Anne Lieri disse...

Eduardo,muito interessante esse artigo!A História está sempre em movimento!bjs e boa semana!