sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Notícias História Viva


O túmulo da família Cipião, em Roma, está localizado junto à Porta di San Sebastiano, perto das Termas de Caracalla (AFP, Vincenzo Pinto)

Aberto em Roma o túmulo da família de Cipião, o Africano
(AFP)
ROMA — O mausoléu, em Roma, da família Scipioni, à qual pertenceu o ilustre general Cipião, o Africano, (em latim Publius Cornelius Scipio Africanus), célebre pela atuação durante as guerras púnicas, nas quais derrotou o invasor Aníbal de Cartago, no século III a. C. será aberto ao público no dia 27 de dezembro, depois de permanecer 20 anos fechada.
A batalha de Zama (que alguns historiadores chamam de "Batalha de Waterloo" da antiguidade), foi um feito que rendeu a Cipião a alcunha de Africanus.
O monumento funerário, composto por uma série de galerias subterrâneas de dois metros de altura, com elegantes sarcófagos, está localizado junto à Porta di San Sebastiano, a algumas centenas de metros das Termas de Caracalla, um dos locais mais fascinantes da parte histórica de Roma.
A construção, que possuía na entrada um imponente edificio de colunas, foi iniciada pelo cônsul romano Lucius Cornelius Scipion Barbato.
O general Cipião, o Africano, foi o único que conseguiu derrotar Aníbal durante a Segunda Guerra Púnica, depois da invasão da Itália pelos exércitos cartagineses.
No entanto, a elegância do local traz um dado surpreendente: Cipião, o Africano, não foi enterrado aí.
Acusado de ter recibido soborno, deixou Roma e não voltou nunca mais. Diz-se que passou seus últimos dias dedicado a uma plantação em sua propriedade de Litermum (perto de Nápoles), e que antes de morrer pediu que seu corpo ficasse aí, não na Roma ingrata.
Seu pedido foi atendido e seu túmulo ainda existia em Litermum, segundo o historiador romano Tito Livio.
"Pátria ingrata, não te deixarei nem meus ossos", dizia seu epitáfio.
"Aqui se respira História", comentou Rita Volpe, arqueóloga responsável pelo monumento, em Roma, cercado de ciprestes e pinheiros.
"Estudamos as guerras púnicas no colégio e aqui estão enterrados quase todos seus protagonistas", comentou ela à AFP.
O túmulo foi descoberto por acaso, em 1780, por dois religiosos, proprietários de um vinhedo.
Os trabalhos recentes de restauração, no valor de 1,3 milhão de euros, foram financiados pela prefeitura e começaram em 2008.
A zona arqueológica foi fechada em 1992, devido às más condições do terreno e o risco de desabamentos. Estende-se por mais de 2.000 metros quadrados, até a região de Appia Antica.

10 comentários:

@lice disse...

Oi Edu, desejo um natal repleto de alegrias e que elas sejam partilhadas com aqueles que vc ama.
E que 2012 venha trazendo paz, saude e fartura.
Bjs e obrigado pela visita e palavras de carinho.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Eduardo! Passando para te cumprimentar e apreciar este interessante texto.

O Natal está chegando, mais um final de ano que aos poucos vai se aproximando, e cada vez mais forte está a minha esperança do dever cumprido neste 2011. Procurei fazer o possível para agradar, tanto com o que postei de terceiros, quanto com as ínfimas baboseiras que criei.

Hoje estou iniciando uma pausa para descansar um pouco a cuca e a carcaça, analisar os erros e os acertos, e dar uma arrumadinha no nosso humilde espaço, prometendo, se “DEUS” quiser, retornar em janeiro para dar continuidade às atividades.

Aproveito a oportunidade para apresentar as minhas desculpas àqueles que, de alguma forma, não agradei com as minhas postagens, e agradecer a todos indistintamente, amigos(as) e seguidores(as), pelo carinho, compreensão e, principalmente, pelo grande apoio que é de vital importância neste mundo virtual, esperando no próximo 2012, continuar sendo merecedor dessas ímpares e valiosas companhias. Muito obrigado de coração.

A todos, um “Maravilhoso NATAL” e um “Fantástico ANO NOVO”, não com fortuna, mas com muitas felicidades.

“QUE 'DEUS' SEJA LOUVADO”

Arte & Emoções
Rosemildo Sales Furtado.

José María Souza Costa disse...

Edu, estou cá, para lhe desejar um Natal Santo e Harmonioso.
Felicidades, pra voce

Miguel Loureiro disse...

Bom Natal!

GT História das Ideias disse...

Oi, Eduardo,
muito legal o teu blog (teus outros blogs também!).
Sou pesquisadora de história, de Porto Alegre, e trabalho com história ambiental e história das ideias.
Queria divulgar meus blogs, se puderes dar uma força:

http://avozdaprimavera.blogspot.com/

http://gthistoriadasideias.blogspot.com/

Obrigada!
Abraço,
Elenita

SERGIO BUCCO disse...

Eduardo
Muito boa a matéria sobre os espaço da velha Roma e de nossa querida Itália... Parabéns!
um hiper 2012 para ti e tds aqueles/as que tu amas!

ZilMar disse...

Professor,desejo que o novo ano nos traga a tão sonhada e desejada PAZ...

DEIXO MEU ABRAÇO AFETUOSO...


Zil

ZilMar disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ZilMar disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
MIRZE disse...

Eduaedo!

Que texto! Passo hoje para me desculpar pela ausência neste ano tão turbulento.

Desejo à você um Ano Novo repleto de Paz e muita Luz.

Beijos

Mirze